domingo, 12 de novembro de 2017

Bolo Salgado integral de carne e tomate seco

Já não é novidade que os jantares de fim de semana, aqui em casa, são mais ligeiros, lembrando mais um petisco do que propriamente uma refeição dita normal.
Ontem, escolhi um bolo salgado, o qual acompanhei de cebola desidratada e salada de espinafres e tomate.

Ingredientes para a massa

1 copo e 1/2 de farinha de trigo integral
1/2 copo de azeite virgem extra
1 copo de leite
5 colheres de sopa de parmesão ralado
1 colher de sobremesa e 1/2 de fermento
1 colher de chá de sal Rosa moído
3 ovos
Manteiga para untar

Ingredientes para o recheio

Sobras de frango assado a gosto
Chouriço de Seia a gosto
1 mão cheia de ervilhas cozidas
1/2 cebola roxa picada
Tomate seco a gosto
Orégãos qb
Pimenta em grão qb
Queijo mozarela qb

Procedimento 

Misture todos os ingredientes da massa, com exceção do fermento. Bata tudo muito bem com a ajuda de uma misturadora ou batedeira. Acrescente o fermento e bata por 15 segundos.
Entretanto, unte um tabuleiro ou pirex com manteiga e polvilhe de farinha. Despeje a massa e sobre ela coloque a cebola picada, o frango e o chouriço partido aos pedacinhos e as ervilhas cozidas. Com a ponta de uma faca, faça alguma pressão sobre alguns pedaços do recheio, para que o mesmo se misture com a massa. Depois, salpique a massa de orégãos, tomate seco picado e queijo mozarela ralado. Tempere com pimenta moída no momento. 
Leve o bolo a cozer, em forno pré-aquecido a 200 graus, durante, sensivelmente, meia hora.
Desenforme, parta aos pedaços e sirva acompanhado de uma boa salada.

Delicie-se e seja feliz!






sábado, 4 de novembro de 2017

Bolo de chocolate e café de preparação rápida

Hoje, as temperaturas desceram um pouco e, por conseguinte, já apeteceu uma fatia de bolo para o lanche, um chá preto com toque de cereja e pepitas de chocolate e o aconchego de uma manta!
Assim, preparei este delicioso bolo, de confeção ultra rápida, sem grandes preocupações e floreados.

Ingredientes do bolo

1 chávena e 1/2 de açúcar branco
3 ovos
1 chávena de chocolate em pó
2 chávenas de farinha de trigo
3 gramas de café solúvel gold (2 saquetas, aproximadamente)
4 colheres de sopa de manteiga
1 chávena de leite morno
1 colher e 1/2 de sobremesa de fermento

Ingredientes para a cobertura

4 barras de chocolate para culinária Pantagruel
2 colheres de sopa de manteiga
1 colher de sopa de açúcar branco
7 colheres de sopa de leite

Procedimento

Num recipiente, misture todos os ingredientes do bolo, com exceção do fermento. Bata com a batedeira durante 4 minutos. De seguida, adicione o fermento e bata novamente durante alguns segundos.
Unte uma forma com manteiga e polvilhe de farinha. Deite a massa na forma e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus durante cerca de 35 minutos.

Entretanto, inicie a cobertura: num tachinho, coloque todos os ingredientes e leve ao lume até obter um creme grossinho e bem brilhante. 

Depois de o bolo se encontrar cozido (quando se faz o teste do palito, o mesmo deve conter ainda humidade, pois o bolo tem naturalmente uma textura húmida), deixe arrefecer ligeiramente e desenforme. Despeje sobre ele a calda ainda quente.
Enfeite como bem entender. Eu usei kiwi, fisalis e nozes.

Delicie-se e seja feliz!











sábado, 21 de outubro de 2017

Muffins de iogurte, maçã e mirtilos saudáveis

Gosto de ir variando os pequenos almoços, contudo, com a correria do dia a dia, nem sempre é possível fazê-lo. Nas últimas semanas esforcei-me para que houvesse uma mudança no meu pequeno almoço, aproveitando o fim de semana para preparar waffels, muffins e, futuramente, panquecas. Congelam-se em porções individuais e basta descongelar na véspera. No caso das waffels e panquecas, os recheios podem variar entre fruta com manteiga de oleaginosas, queijo fresco e compotas.
A pensar em alguns pequenos almoços e lanches da próxima semana, saíram uns deliciosos muffins, pouco doces, tal como gosto!

Ingredientes

80 gr de farinha de trigo sarraceno
1 c. Sopa de farinha de linhaça dourada
1 c. Sobremesa de fermento em pó
1 ovo biológico
1 iogurte natural biológico
1 maçã ralada
1 c. Sopa de canela
1 mão  cheia de nozes
1 mão cheia de mirtilos
1 c. Sopa de óleo de côco
2 colheres de sopa de xilitol ou mel a gosto

Procedimento

Bata o ovo com o xilitol e o iogurte. De seguida, adicione as farinhas, a canela, o óleo de côco, o fermento e mexa muito bem. Adicione uma maçã ralada grosseiramente, os mirtilos e as nozes em pedaços.
Coloque a massa em formas de muffins, salpique de canela e enfeite com alguns mirtilos.
Leve ao forno pré-aquecido a 180 graus durante 35 minutos.
Depois de cozinhados, deixe arrefecer, consuma-os ou congele num tupperware.

Delicie-se e seja feliz!




Rolinhos de frango com tâmaras e roquefort / com tâmaras e bacon

Saíram da nossa cozinha uns deliciosos rolinhos de frango recheados com doce e salgado, bem ao nosso agrado.
Os rolinhos são de fácil confeçao, basta que se peça no talho para cortar os peitinhos de frango, de forma a que seja possível recheá-los e enrolá-los.

Ingredientes

4 peitos de frango abertos para rechear
Tâmaras medjool qb
100 gr de queijo roquefort
4 fatias de bacon
Azeite qb
50 gr de manteiga dos Açores
Sal Rosa qb
Ervas da Provença
Alho em pó qb
1 chávena de café de vinho do Porto

Procedimento


Com duas horas de antecedência, tempere os peitos de frango com sal, alho em pó e ervas. Deixetomar gosto. Entretanto, recheie dois peitos de frango com o roquefort previamente desfeito com um garfo e sobre este disponha as tâmaras descaroçadas e abertas. Enrole o peitinho com fio de cozinha. Faça o mesmo com os restantes peitinhos, mas, desta vez, substitua o queijo pelo bacon.
De seguida, aqueça o azeite e a manteiga numa frigideira e acrescente os rolinhos, deixando-os cozinhar até dourar. Regue-os com o vinho do Porto e deixe ferver. Transfira os rolinhos para um pirex, regue-os com a marinada e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus, durante 30 minutos. Aconselho a tapar o pirex com papel de alumínio durante os primeiros 15 minutos.
Após se encontrarem totalmente cozinhados, retire os rolinhos do forno, corte o fio de cozinha e fatie-os. Regue-os com o molho e sirva com arroz selvagem.

Delicie-se e seja feliz!






domingo, 15 de outubro de 2017

Waffels saudáveis de outono 🍂 

Apesar dos trinta e poucos graus que ainda se fazem sentir em Lisboa, não nos podemos esquecer que já nos encontramos em pleno outono! Sendo uma grande amante das cores outonais, deixei-me levar pelos tons castanhos e laranjas, preparando esta deliciosa e saudável receita, que me rendeu três waffels.
Com um toque de alfarroba, canela e o sabor da abóbora, estes waffels de farinhas saudáveis, fizeram as delícias do nosso lanche!

Ingredientes para a massa

3 colheres de sopa de farinha de amêndoa
2 colheres de sopa de farinha de aveia
1 colher de sopa de farinha de alfarroba
1 colher de sopa de farinha de linhaça
1 colher de sobremesa de xilitol
2 ovos biológicos
1 colher de sopa de óleo de côco
2 colheres de sopa de leite
1 pitada de canela

Para a cobertura

Compota de abóbora adoçada com stevia
Nozes
Canela
Mistura Inca trail mix (Bagas Inca, Amêndoas ativadas, Morangos secos, Lascas de côco)
Physalis frescos

Procedimento

Misturar todos os ingredientes da massa num copo misturador e dispor na máquina de waffels, previamente aquecida e untada com óleo de côco, durante 4 minutos.
Barre os waffels com a compota de abóbora, salpique com canela, um pouco de Inca Trail Mix e nozes. De seguida, decore com os physalis.

Delicie-se e seja feliz!











sábado, 7 de outubro de 2017

Tarte Tatin de pera rocha, nozes e vinho do Porto com ganache de chocolate

A tarte Tatin é tradicional francesa e tem o nome de quem a inventou, ainda que de forma acidental. É confecionada a partir de um caramelo de manteiga, maçãs e canela, sobre as quais se coloca uma massa folhada. 
Diz-se que uma das irmãs Tatin, proprietária de um conhecido restaurante, perdeu-se em conversas com os seus clientes, esquecendo-se de que teria de fazer a sobremesa. Com a pressa, colocou as maçãs e a calda de caramelo na forma, esquecendo-se de colocar na base a massa. Assim sendo, mal deu conta do erro, decidiu colocar a massa por cima, de forma a não estragar os ingredientes e todo o seu trabalho. A nova tarte foi muito apreciada pelos seus clientes que, muitas vezes, iam propositadamente ao restaurante para degustá-la.
Aproveitando que abundam aqui por casa as pernas rochas, decidi recriar esta tarte com pêras, acrescentei-lhe vinho do Porto, nozes e reguei-a com um delicioso ganache de chocolate. Uma combinação que resultou na perfeição e que satisfez os nossos tão exigentes palatos.

Ingredientes para a tarte

1 massa folhada redonda
4 peras rochas grandes
2 colheres de sopa de manteiga dos Açores
2 colheres de sopa de açúcar moreno intenso
2 colheres de sopa de vinho do Porto
Canela q.b.
1 mão cheia de miolo de noz

Ingredientes para o molho de chocolate

1 colher de sopa de óleo de côco
100 gr de chocolate de culinária de boa qualidade
1 colher de sopa de vinho do Porto
2 colheres de sopa de leite

Procedimento

Numa frigideira derreta a manteiga com o açúcar e acrescente as peras descascadas e partidas em fatias grossas. Regue com o vinho do Porto e salpique com canela a gosto. De seguida, acrescente as nozes e deixe caramelizar as peras lentamente sem, no entanto, as deixar desfazer.
Entretanto, forre uma tarteira com papel vegetal, sobre o qual deverá colocar o caramelo de pera. Sobre o caramelo, disponha a massa folhada, dobrando as pontas para baixo. Pique a massa com um palito e leve a tarte ao forno pré-aquecido a 180 graus, durante 30 m.
Enquanto coze a tarte, prepare o ganache de chocolate: leve ao lume, em banho maria , o chocolate partido em pedaços, o óleo de côco, o leite e o vinho do Porto, deixando que todos os ingredientes fiquem bem fundidos.
Depois de a tarte estar pronta, desenforme com cuidado e regue-a com o ganache de chocolate.

Delicie-se e seja feliz!














domingo, 1 de outubro de 2017

Barras de cereais e frutos secos com um toque de canela (sem açúcar)

Estas barrinhas de cereais são um ótimo e saudável snack para comer a meio da manhã
e para os lanches dos miúdos. Muito raramente compro este tipo de produto no supermercado, assim como bolachas, pois não há nada que chegue aos alimentos confecionados em casa, livres de açúcares  refinados e conservantes.
Pode comer as barrinhas simples, com iogurte e frutas ou com leite / bebida vegetal.

Ingredientes

50 gr de flocos de aveia
50 gr de mix puff (quinoa, arroz e millet tufado)
90 gramas de bagas goji, sementes de abóbora e sementes de girassol
60 gramas de frutos secos ao natural (nozes, amêndoas, cajus e avelãs)
2 colheres de sopa de manteiga de amendoim 🥜
1 banana madura esmagada 🍌
8 tâmaras medjool picadas
1 colher de sopa de água
Canela a gosto


Procedimento

Misture a aveia, o mix puff, as bagas goji, os frutos secos partidos grosseiramente, as sementes de girassol e de abóbora. Misture bem. Entretanto, pique as tâmaras com uma colher de sopa de água e misture ao preparado anterior.
De seguida, derreta a manteiga de amendoim e adicione-a a uma banana esmagada, envolvendo tudo no preparado anterior. Salpique de canela e mexa novamente.
Forre um tabuleiro com papel vegetal e espalhe a mistura. Com a ajuda de uma espátula de silicone, prense bem. Leve ao forno pré-aquecido durante..... minutos e até dourar.
Retire do forno e deixe arrefecer completamente. Depois, com a ajuda de uma faca afiada, corte pequenas barrinhas, as quais deverá guardar num frasco hermético (têm validade de sensivelmente uma semana).

Delicie-se e seja feliz!